doisA polêmica que movimentou a opinião pública na última semana, infelizmente de forma muito negativa para nós, brasileiros, é dolorida, mas precisa ser colocada na mesa. Sem juízo de valor, mas como lição sobre nossa responsabilidade como marca pessoal e ao também representarmos outras marcas.

E não colocando a ‘atitude’ no cerne deste post, mas a lição que ela nos deixa, abordando aqui três pontos sobre responsabilidade de marca pessoal:

Primeiro ponto: individualidade X coletivo. Ao expor-se em determinada atitude durante um evento mundial nossa vidraça é ampliada. Ali não somos apenas João, Maria, José… No caso de um campeonato mundial ganhamos sobrenomes: ‘João brasileiro’, ‘Maria, argentina’, ‘José peruano’….e por aí vai.   Em ocasiões em que estamos participando de eventos coletivos, representando, ou defendendo uma parte participante, assumimos a marca em questão como nossa e, portanto, nossas atitudes são também entendidas como algo comum a ela.  No caso deste incidente, os envolvidos, que inclusive vestiam a camisa da Confederação Brasileira de Futebol, alastrando uma má impressão sobre a imagem da torcida brasileira, levaram ao mundo uma mensagem sobre comportamento, muito contrária ao que a maioria de nós gostaria que acontecesse.  Obviamente que a atitude de sete não representa a atitude de outros milhares que lá estão, mas aí entra nosso segundo ponto.

Segundo Ponto: o poder de escala e velocidade das mídias sociais: Este assunto não é novo e temos casos e casos que provam o tamanho do estrago que algo postado inadvertidamente pode fazer na vida de alguém, seja esta pessoa previamente conhecida ou não.  Uma vez na rede, nunca mais seu! Cada um de nós deveria pensar isso a cada postagem que faz. Precisamos ser curadores de nosso próprio conteúdo e, muitas vezes, no calor do momento, esquecemos de fazer esse filtro. E isso vale mesmo para as boas ocasiões, pois mesmo as nobres intenções deixam passar uma imagem inadequada no fundo da foto, desconsideram um direito autoral ou de imagem, enfim, podem gerar mais dores de cabeça que curtidas.

Terceiro Ponto:  em tempos de megaexposição a consequência pode ser de longo prazo. Assim foi com este caso onde notas de repúdio e inclusive demissões ocorreram. Manter uma marca forte num mercado tão competitivo requer uma reputação muito bem construída, seja para pessoas, empresas, instituições. Ninguém quer ver seu nome associado a um escândalo, por isso, quando nos expomos publicamente temos que ter em mente que, em eco, estamos falando de nossa história, de nossa família, dos meios que frequentamos e representamos, pois é assim que somos “lidos” pela sociedade.

Com tudo isso, ficam aqui três reflexões:

1 Não importa o canal, evento, local. Seu comportamento fala de você e de todas as conexões que você traz na sua história. Você é um pouco das pessoas com as quais convive, das marcas que consome e representa. Pense sempre em como gostaria que ela falassem de você. Como gostaria que elas o representassem? Aja da mesma forma.

2 Existe no seu celular um botão salvar e esse nome pode não estar ali à toa. Antes de postar salve e deixe aquele vídeo ou imagem algum tempo só no seu aparelho. Pense uma segunda vez se aquilo agrega, impacta ou fere algo ou alguém. Se não tiver certeza das primeiras respostas, pense se daqui a uma semana ou daqui a 5 anos, quando seus filhos virem o vídeo, o que pensarão sobre você. Se permanecer a dúvida, NÃO POSTE.

3 Antes de expor qualquer imagem ou situação sua, imagine seu chefe, sócio, colegas de trabalho assistindo. Se te deixar desconfortável, repense. Não há como separar. Temos sim vida pessoal e vida profissional separadas, mas a nossa reputação é única.

 

Você é a sua marca! E pode ser a nossa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s